Exibição de luxo do FC Porto resultou num triunfo claro sobre os espanhóis do La Rioja (35-31) mantendo os portistas na luta por um lugar na próxima fase da Liga dos Campeões, quando apenas faltam jogar duas jornadas.

O FC Porto provou no jogo de ontem que é um forte candidato no apuramento para a próxima fase da Champions League, depois de uma vitória segura sobre o líder do Grupo C, os espanhóis do La Rioja.

Com ambas as formações a reconhecerem que o adversário era difícil, a partida iniciou-se com muitas cautelas defensivas e extremamente táctico, não se estranhando por isso que aos sete minutos o marcador registasse apenas um golo e a favor dos portistas. Com o decorrer dos minutos as equipas foram-se soltando das “amarras” defensivas, impondo maior velocidade nas transições ofensivas, acabando por abrir mais o jogo e com os golos a surgirem com naturalidade. Durante os primeiros 30 minutos o equilíbrio foi a nota dominante, contudo o FC Porto liderou quase sempre o resultado pela margem mínima, chegando ao intervalo na frente do marcador (15-14).

Etapa complementar com grandes golos, incríveis defesas e muita emoção!

Miguel Martins foi o "Joker" portista
Miguel Martins foi o “Joker” portista

No reatar da partida, os Dragões entraram com um ritmo mais frenético e com um parcial de 2-0 colocaram-se numa posição mais confortável, mas por pouco tempo, rapidamente os espanhóis reagiram e igualaram a partida (17-17). Por essa altura, o técnico portista Ricardo Costa lançou o jovem Miguel Martins na partida, o que acabaria por se relevar um verdadeiro “joker”. O jovem central trouxe maior agressividade e velocidade ao ataque portista e rapidamente o FC Portou disparou no marcador e passou a comandar com 3 golos de vantagem. A equipa estava confiante e isso notava-se na forma como a equipa encarava a baliza contrária com a certeza de golo, ao mesmo tempo que na sua baliza Hugo Laurentino brilhava e evitava aproximação do La Rioja. A experiente equipa espanhola, quando se apercebeu que já não podia lutar pela vitória no jogo, limitou-se a lutar para não perder por muitos.

No final o triunfo do F.C. Porto, por 35-31, acaba por ser um resultado lisonjeiro para o La Rioja que teve, registe-se, o mérito de nunca perder a cabeça.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.