Triunfo azul-e-branco garantido apenas nos instantes finais, numa partida em que estava um jogo a liderança do Grupo C, ficando o FC Porto na dianteira a par com os espanhóis do La Rioja, ambos com 8 pontos.

O FC Porto venceu este sábado o HC Meshkov Brest por 29-28 em jogo da quinta jornada do Grupo C da fase de grupos da Champions League. Ambas as formações chegavam a esta jornada apenas com uma derrota, razão pela qual este jogo era considerado vital nas aspirações portistas, não só por jogar em casa mas também porque uma vitória aumentaria a confiança para encarar com optimismo o início da 2ªvolta.

Desde cedo percebeu-se que o FC Porto estudou cuidadosamente o adversário, sabendo de antemão que o ataque era o ponto forte do adversário, o técnico Ricardo Costa montou um esquema defensivo bem compacto e agressivo, o que acabou por dificultar sempre as acções ofensivas dos bielorrussos. Com uma defesa irrepreensível e com uma tremenda eficácia no ataque, o FC Porto assumiu a dianteira do marcador à passagem do minuto 15 e com mestria dominou, e por momentos banalizou o Meshkov Brest, chegando ao intervalo a vencer por cinco golos (16-11).

Reacção bielorrussa deixou FC Porto com os cabelos em pé!

Areia transformou-se no herói da partida, ao apontar o golo da vitória a 20 segundos do fim
Areia transformou-se no herói da partida, ao apontar o golo da vitória a 20 segundos do fim

No segundo tempo e depois da vantagem sólida e clara dos Dragões, não era de esperar que o rumo do jogo vira-se por completo a favor da equipa da Europa do Leste. O FC Porto entrou algo desconcentrado e com algum excesso de confiança, o que acabou por se traduzir numa reviravolta no marcador a favor dos bielorrussos à passagem do minuto 40′. A partir dessa altura e até perto do final, a equipa Bielorrussa tomou as rédeas do encontro obrigando os portistas a correrem atrás do prejuízo. Numa partida de nervos e com as emoções ao rubro, o FC Porto acabou por desperdiçar uma oportunidade de ouro para alcançar de novo a liderança, quando a três minutos do fim e a jogar com mais um elemento, Areia falhou um livre de sete metros e na resposta o Meshkov Brest passou de novo para a frente (27-28). Poucos já acreditariam na vitória mas a verdade é que no ataque seguinte o FC Porto igualou a partida e depois foi a vez do guarda-redes Quintana brilhar e fazer a diferença, “fechou” a baliza portista e lançou um rápido contra-ataque colocando a bola no ponta Areia que desta vez não facilitou e a 20 segundos do fim selou a partida com o 29.º e último golo do FC Porto.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.