O FC Porto sofreu este sábado novo desaire na EHF Champions League, ao ser derrotado no Dragão Caixa pelos polacos do Wisla Plock por 20-24, num jogo em que foi notória a diferença do poderio físico e experiência, entre as duas equipas.
  Mário Tavares - iPressGlobal-865
O FC Porto entrou bastante dinâmico no jogo, impondo um ritmo forte e destemido, apanhando de surpresa o adversário de tal forma que obrigou o treinador do Wisla Plock a pedir desconto de tempo logo aos 4:33 minutos, altura em que os azuis-e-brancos ganhavam por 5-1! Esta paragem no jogo foi crítica e fatal para a equipa portuguesa, permitindo a reviravolta no marcador de forma implacável para 5-9. Os dragões ficaram desorientados e apáticos perante a mudança repentina no sentido do jogo, com Obradovic a ser obrigado a iniciar a rotação da equipa muito cedo na tentativa de recuperar o resultado, mas a agressividade atacante dos polacos aliada à defesa demasiado macia e ao ataque desajeitado dos portistas(falharam 3 livres de 7 metros), fez com que, ao intervalo, a diferença de golos fosse demasiado penosa para os dragões, 9-14.
Com uma missão muito difícil para a segunda parte, o FC Porto acertou nas marcações defensivas e nas transições rápidas para o ataque, mas pela frente tinha uma experiente equipa que optou por não arriscar muito, formando uma autêntica muralha defensiva e tendo nos seus guarda-redes verdadeiros heróis, que conseguiram uma percentagem de eficácia de 45 por cento. O Wisla Plock controlou o jogo e o resultado, apenas permitindo ao portistas, e na sua melhor fase no jogo, reduzir a diferença para 3 golos. Sinal do equilíbrio e do acerto defensivo de ambas equipas nesta segunda parte, foi o facto de apenas terem existido 21 golos nesta etapa, chegando o jogo ao fim com o marcador em 20-24.
Mário Tavares - iPressGlobal-874
De salientar o excelente ambiente vivido no pavilhão, com os cerca de 50 adeptos polacos a cantar e apoiar a sua equipa durante todo o jogo, tal como os adeptos portistas que viram ainda o jovem Miguel Martins de apenas 16 anos, a coroar a sua estreia na Champions League com 1 golo.
Com esta derrota, o FC Porto vê reduzida a possibilidade de passar aos oitavos-de-final, embora matematicamente ainda seja possível. Na próxima jornada, dia 21 Novembro, os dragões visitam o Wisla Plock na Polónia, sem margem para perder pontos.
FOTOS: MÁRIO TAVARES - iPressGlobal
mario.tavares@ipressglobal.com
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.