Criada com apenas 5 mil euros, a Active Space Tecnologies (AST) já factura mais de 1,5 milhões. Esta empresa criada por dois engenheiros vai levar os seus produtos nas próximas missões a Marte e Mercúrio.

Fundada na sala de Ricardo Patrício, agora CEO, a Active Space Tecnologies tem-se mostrado empenhada em manter o seu lugar de estatuto. A empresa criada por dois colegas engenheiros é agora uma das mais conceituadas e reconhecidas pelos seus produtos inovadores, escreve o Expresso.

Ricardo Patrício e Bruno Carvalho começaram na engenharia térmica, a área em que mais se sentiam confortáveis, mas rápido se mudaram para as indústrias espacial, aeronáutica e nuclear, onde a AST se destaca pela inovação.

Inovação essa que levou à criação de uma tecnologia que estará presente nas próximas missões a Marte e Mercúrio. Essa tecnologia foi desenvolvida em 2006 e integrará a missão do satélite japonês MMO a Mercúrio. O veículo dessa missão transportará equipamentos protegidos pelo aerogel da AST, um superisolamento, explica o Expresso.

Ricardo Patrício, o CEO da empresa, destaca o trabalho e dedicação no projeto e garante que o financiamento tem sido feito com capitais próprios aliados ao suporte em projetos de investigação.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.