foto: Fundación Dinosaurios CyL / Facebook //

Arqueólogos espanhóis confirmaram a existência de uma nova jazida de ossos de dinossauro na Sierra de la Demanda, pertencente a cordilheira ibérica, entre as províncias de La Rioja e Burgos, na Espanha, divulgou o Coletivo Arqueológico e Paleontológico da Salas de los Infantes.

 De acordo com as informações da equipa de arqueólogos, o material foi encontrado por Donato Blanco García, um agricultor da cidade de Hortigüela. O material arqueológico, com cerca de 200 peças, terá aproximadamente 125 milhões de anos.

Os fósseis foram achados de forma casual, quando Blanco García realizava trabalhos agrícolas na sua propriedade, divulgou o colectivo em conferência de imprensa.

Em visita realizada pelos profissionais do grupo, foi possível documentar a presença de elevada quantidade de peças, algumas completas, outras estilhaçadas. O Coletivo Arqueológico e Paleontológico da Salas de los Infantes acredita ainda que é possível localizar ainda mais fósseis do período Cretáceo inicial, abaixo da terra.

As partes localizadas são de diferentes regiões anatómicas dos dinossauros, como o crânio, vértebras da cauda, quadril ou costela, além de extremidades, e estão em bom estado de conservação, sem qualquer sinal de já terem sido transferidos.

Numa primeira identificação, os especialistas apontaram para a presença de fósseis de cinco diferentes dinossauros, entre eles herbívoros e carnívoros.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui