O norueguês Mads Ostberg foi o piloto que mais se fez notar, ao capotar com o seu Citroën DS3 WRC 500

O Shakedown realizado em Baltar foi um verdadeiro aperitivo do que podemos esperar deste Rally. Apesar de o Shakedown ser apenas um último teste às máquinas, a verdade é que o caloroso público do Norte fez questão de marcar presença e lotar as bordas do traçado. Os Volkswagen entraram a todo o gás, dominando por completo o Shakedown, obtendo os três melhores registos. Andreas Mikkelsen foi o mais rápido com o tempo de 3m11,3s, deixando o actual campeão mundial, Sébastien Ogier, a 1,3s. Jari-Matti Latvala, também piloto da marca germânica, ficou a 1,8s de Mikkelsen.

Em relação aos pilotos portugueses, o melhor tempo pertenceu a João Barros no Ford Fiesta R5, que estabeleceu a marca de 3m30,1, confirmando para já o bom momento de forma que atravessa.

Mads Ostberg mostrou-se bem disposto depois do  aparatoso acidente no Shakedown
Mads Ostberg mostrou-se bem disposto depois do aparatoso acidente no Shakedown

Com andamentos verdadeiramente impressionantes, os pilotos fizeram as delícias do público, que ainda tiveram direito a assistir a um acidente bastante aparatoso de Mads Ostberg, que capotou depois de ter entendido mal uma nota, mas o Citroën DS3 já se encontra operacional para o verdadeiro arranque na Super Especial de Lousada mais logo pelas 19h.

Depois do Shakedown, todos os pilotos regressaram à Exponor, para as últimas afinações e para as habituais conferências de impressa, sendo que todos eles se encontravam bastantes animados com os traçados e otimistas quanto a obtenção de uma boa classificação.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.