foto : (CC0/PD) StockSnap / pixabay

Em 2018, o total dos encargos com o setor convencionado da Saúde, em custos com exames e análises, foi de 473 milhões de euros, registando-se um aumento de 5,3% face ao ano anterior.

A notícia é avançada pelo jornal Público esta terça-feira, tendo a informação sido avançada por uma fonte da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS). “Foram abertas novas convenções no ano passado, o que fez aumentar o acesso dos utentes”, explicou.

Entre 2015 e 2017, o aumento de gastos tinha sido cerca de 2,3% por ano. As análises clínicas, a medicina física e de reabilitação e a radiologia foram as três áreas que mais pesaram na fatura, representando cerca de 80% da totalidade dos encargos.

Segundo dados disponíveis no Portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS), o valor pago pela realização de análises clínicas foi de 176,4 milhões de euros, rondou os 100 milhões na área de medicina física e de reabilitação e ultrapassou os 107 milhões na radiologia.

Entre 2017 e 2018 deu-se o maior aumento, quando os encargos subiram de 450 milhões de euros para 473,8 milhões.

ZAP //

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui