Do fornecimento de alimentos à eletricidade, passando pela assistência às vítimas do furacão Sandy, o exército americano mobilizou seus recursos para enfrentar as consequências da catástrofe que atingiu o leste dos Estados Unidos.

Resumo sobre a passagem de Sandy pelos EUA

27/10 – Sandy recupera força de furacão e ameaça os Estados Unidos

28/10 – EUA: Sandy afetou 50 milhões

29/10 – Obama convoca reunião de crise: “prioridade é salvar vidas”

30/10 – Sandy deixa rastro de destruição, mortes e escuridão nos EUA

Em nove estados do nordeste do país, principalmente em Nova York e Nova Jersey, mais de 7.400 militares da Guarda Nacional participam na limpeza das zonas afetadas, fornecendo comida e eletricidade, anunciou o Pentágono.

Em Nova York, o “USS Wasp”, um navio de assalto anfíbio equipado com cinco helicópteros, assim como o “USS San Antonio” e o “USS Carter Hall”, ambas embarcações anfíbias também dotadas de helicópteros, posicionaram-se igualmente para apoiar as operações.

Por outro lado, aviões de transporte pesado (5 C-5 e 12 C-17) transportaram da Califórnia até a base de Stewart, no norte de Nova York, mais de 60 veículos de intervenção com geradores de eletricidade, assim como pessoal especializado.

Procedentes de todo o país, dezenas de bombas de evacuação e geradores pertencentes ao exército foram enviados para o nordeste do país. Uma minicentral elétrica móvel de 13 megawatts será transportada de camião de Fort Belvoir, periferia de Washington, para Nova York.

60 camiões tanque transportando combustível, foram enviados a Massachusetts e Nova Jersey. O estado da Virgínia tem também já 2,3 milhões de litros de gasolina prontos para serem enviados para as zonas afetadas.

Redação iPressGlobal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui