A Polícia Científica espanhola reviu para 78 o número total de vítimas mortais do acidente ferroviário em Santiago de Compostela, permanecendo ainda seis corpos por identificar, divulgou hoje aquela força, em conferência de imprensa.

Esta revisão, que reduziu o número total de mortos de 80 para 78, foi explicada pela análise forense aos restos mortais retirados do local do acidente, dada a violência do choque e da explosão que se seguiu.

Nas últimas horas, este processo de investigação permitiu concluir que, em alguns casos, se tratavam afinal de partes do corpo da mesma vítima, acrescentou aquela força policial em conferência de imprensa, realizada hoje.

O acidente ocorreu na quarta-feira às 20:45 locais (19:45 em Lisboa) quando o comboio de alta velocidade, que fazia a ligação entre Madrid e Ferrol com quase 250 passageiros a bordo, descarrilou a três quilómetros de Santiago de Compostela, tendo-se registado, em seguida, uma explosão numa das carruagens.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.