foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Valentino Rossi e os seus dois companheiros de equipa Frédéric Vervisch e Nico Müller terminam a corrida de 3h do GT World Challenge Europe no Hockenheimring em quinto lugar. A vitória foi para os colegas da marca Audi.

Nos seus anos de corrida de motociclismo, Valentino Rossi nunca completou uma corrida em Hockenheimring. Em 2022, no entanto, ele poderia compensar nas quatro rodas. O GT World Challenge Europe, no qual a super estrela está a competir este ano, realizou a oitava das dez paragens da temporada na pista de Baden do Norte. O nove vezes campeão mundial começou no Audi R8 LMS GT3 evo II de 585 hp da Team WRT, que partilhou com os dois pilotos oficiais da Audi Frédéric Vervisch da Bélgica e Nico Müller da Suíça.

O trio terminou em décimo lugar nas eliminatórias. Devido a uma penalização para um concorrente, puderam mesmo começar a corrida a partir da posição nove. Em Hockenheim, Rossi recebeu mesmo a honra de ser o condutor inicial do trio. Mas a primeira volta foi tudo menos ideal para a criança de 43 anos. Já na abordagem de virar um, perdeu-se um lugar para um colega de marca. Da segunda volta, “Il Dottore” entrou na longa Parabolica em décimo primeiro lugar.

Mas lá Rossi saiu ligeiramente da pista e teve de conduzir alguns metros através da relva, o que lhe custou mais posições. No final, terminou a primeira volta em 20º lugar, mas nesta altura a pista de 4,574 quilómetros já tinha sido mudada para amarelo, uma vez que houve uma queda violenta de uma McLaren no meio-campo. Como resultado, o controlo da corrida trouxe imediatamente o carro de segurança para a pista.

Na realidade, demorou cerca de meia hora até que a corrida fosse novamente lançada com a bandeira verde. Rossi rapidamente criou duas posições, uma vez que dois Ferraris se meteram no caminho um do outro à sua frente e, assim, caíram para trás. Na altura em que ele se esburacou, Rossi ainda estava até P17. De facto, desta vez ele entregou o Audi ao companheiro de equipa Frédéric Vervisch alguns minutos antes do esperado.

O belga colocou o pedal no metal na secção do meio e conseguiu subir para a quarta posição. A etapa final foi completada por Nico Müller, que cruzou a l

 

inha de chegada na quinta posição. Este é o melhor resultado do trio da temporada 2022, uma vez que já tinham terminado em P5 na corrida em Le Castellet no início de Junho. Na corrida de Misano, que teve lugar em formato de sprint (duração de uma hora), Rossi também geriu P5 uma vez, juntamente com Frédéric Vervisch.

A corrida das 3h em Hockenheim foi ganha por Christopher Mies, Patric Niederhauser e Lucas Legeret noutro Audi R8 LMS GT3 evo II inscrito pela equipa francesa Sainteloc Junior.

O GT World Challenge Europe continua em rápida sucessão. O próximo fim-de-semana de corrida está agendado para 16 a 18 de Setembro. O local é o Circuito Ricardo Tormo, às portas de Valência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui