A Federação Internacional de Ténis (ITF) respaldou esta segunda-feira a atuação do árbitro Carlos Ramos no incidente protagonizado pela norte-americana Serena Williams, na final feminina do Open dos Estados Unidos.

Em comunicado, a ITF destaca o trajeto e a correta atuação do árbitro português, face à atitude daquela tenista, na final que veio a perder ante a japonesa Naomi Osaka.

“Carlos Ramos é um dos árbitros mais experientes e respeitados no ténis. As decisões estavam de acordo com as regras pertinentes e foram reafirmadas com a decisão da organização do US Open em multar Serena Williams pelas três ofensas que fez”, refere.

De acordo com a Federação Internacional de Ténis, “é compreensível que este incidente grave e lamentável deva provocar um debate”.

“Ao mesmo tempo, é importante recordar que o senhor Ramos assumiu as suas funções como funcionário de acordo com o regulamento correspondente e atuou sempre com profissionalismo e integridade“, reforçou a ITF.

Serena Williams, recordista de títulos em Grand Slams (com 23), provocou um incidente polémico na final feminina, protestando de forma intensa e reiterada e insultou mesmo Carlos Ramos, a quem chamou “ladrão e mentiroso”.

No sábado, a japonesa Naomi Osaka conquistou o seu primeiro título do Grand Slam, ao vencer Serena Williams por 6-2 e 6-4, na final do Open dos Estados Unidos.

Carlos Ramos construiu a fama de “rigoroso”, independentemente de quem tem pela frente – seja mais poderoso, seja homem, seja mulher.

“Ele já arbitrou as finais de todos os Grand Slam, da Taça Davis e da Fed Cup. Tem de ser rigoroso, ou não o nomeavam para finais dos mais importantes torneios do mundo”, referiu Vasco Costa, próximo da modalidade.

Com efeito, Carlos Ramos já mostrou pulso firme em outras ocasiões, em encontros do circuito masculino, e com nomes bem sonantes do ténis mundial, como Rafael Nadal, Andy Murray ou Novak Djokovic.

ZAP // Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.