Foto: Pedro Ribeiro Simões / Flickr //

Uma simples publicação, que já foi apagada pelo próprio, deixou as redes sociais a ferver. O cantor Fernando Tordo fez um comentário no Facebook no dia do funeral de Mário Soares, envolvendo o nome de Cavaco Silva, e a polémica estalou.

A mensagem – sobre a ausência do ex-Primeiro-Ministro e antigo Presidente da República na última despedida a Soares. O post começou a ser partilhado na internet acompanhado de elogios e, sobretudo, insultos a Fernando Tordo.

(dr) Move

Post de Fernando Tordo sobre Soares e Cavaco

Não tenho ouvido falar de si, Cavaco Silva. Um dia chega a nossa vez, não é?

Houve quem achasse graça ao facto, houve quem visse ali um ‘desejo’ do cantor, atualmente a viver no Brasil.

E houve até quem trocasse acusações entre si: de um lado da barricada os que defendem Mário Soares e que o querem ver no Panteão Nacional (até já há uma página no Facebookpara esse efeito), do outro os que insultam o falecido estadista, que jaz no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa.

Fui à página do Fernando Tordo para confirmar esta imbecilidade, pensei que fosse alguma manipulação, piada de mau gosto. Mas infelizmente foi mesmo da autoria do Fernando Tordo. Simplesmente triste, tanto podia dizer mas ficou-se pela mesquinhez….”, comentou uma cibernauta.

Do que não tenho dúvidas nenhumas é que, quando for o Cavaco e por cá andarmos, verão os ataques e comentários dos que hoje se indignam com os feitos ao MS!! A esquerdalha é perita em mostrar a sua “indignação”! Sempre muito democratas…”, comentou outra.

Os ressabiados da subsídio-dependência a mostrar a categoria intelectual que têm” e “Mas ele não está no Brasil ?? É que isto é tão mau….chau !!!!!!!!” foram outras das reações, que se referem ao facto de Fernando Tordo ter ido viver para o Brasil por escassez de trabalho em Portugal.

O cantor apagou entretanto a publicação e, já esta quarta-feira, fez um esclarecimento público no Facebook.

Quem na frase que aqui escrevi ontem conseguiu ler que eu desejava a morte a alguém, que saia já. A porta desta minha página tem uma virtude, como a de todos: está sempre aberta, para entrar e para sair. E eu dou uma ajuda. É simples, como sabem. Basta um clique, “bloquear”. Claro que fui eu quem escreveu a frase, e claro que fui eu quem a retirou”.

Mesmo assim a polémica continua, com alguns utilizadores a deixar comentários com mensagens de apoio a Tordo, e outros com insultos “às viúvas do Soares”.

Fernando Tordo conheceu Mário Soares quando andava no Colégio Moderno, fundado pelo pai daquele, João Lopes Soares.

Conheci-o tinha ele 35 anos. Como aluno, como artesão da Música e como cidadão tratou-me sempre muito acima do que eu pudesse merecer. Nunca fui “soarista”, ou do PS. Lamento muito não estar em Portugal para poder ir dar um abraço aos filhos dele”, escreveu depois de saber da notícia da morte.

Esta quarta-feira foi o terceiro e último dia de luto nacional pela morte do ex-presidente.

// Move

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui