O Fundo Monetário Internacional está mais pessimista sobre a economia mundial, esperando menor crescimento a nível global devido a uma expectativa de mais profunda recessão na zona euro e de abrandamento no crescimento das economias emergentes.

Na atualização divulgada hoje do World Economic Outlook, o fundo diz que a economia mundial deve crescer 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano e 3,8% no próximo ano, menos 0,2 pontos percentuais que o previsto em abril.

O fundo espera também que a zona euro tenha uma recessão mais profunda este ano, agora de -0,6% do PIB, e um regresso ao crescimento para 0,9% em 2014, também uma revisão em baixa de 0,2 pontos percentuais.

Segundo o fundo, estas revisões explicam-se com uma procura interna mais fraca e crescimento mais fraco em vários mercados emergentes, mas também pelo aprofundar da recessão na zona euro.

O FMI alerta ainda para novos riscos para o crescimento económico a nível mundial, tais como um crescimento mais fraco nos mercados emergentes, e ainda a quebra do volume de crédito devido à restrição dos estímulos económicos por parte da Reserva Federal norte-americana, tal como avançado pelo seu presidente, Ben Bernanke.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui