Em Stonehaven, Aberdeenshire, Escócia, foi descoberto esta semana um antigo forte dos pictos, povo que combateu os romanos está na génese da criação da Escócia.

O planeta Terra é, de facto, um lugar maravilhoso: estamos em 2015 e, em pleno Reino Unido, os arqueólogos ainda descobrem vestígios de civilizações antigas. O forte foi construído no topo de um monte de seis metros perdido no mar, cuja localização remota levou-o a ficar todos estes anos incógnito. Segundo a imprensa inglesa, arqueólogos descobriram pedras utilizadas para fazer uma muralha e uma lareira com carvão. Algumas das pedras foram importadas de outros locais do país e contêm figuras dos Pictos e desenhos de peixes e discos.

Forte era utilizado para vigiar a costa

Segundo os arqueólogos, este forte terá existido durante vários e extensos períodos e deveria ser importante, apesar da sua localização. Por outro lado, terá existido uma aldeia nos terrenos imediatamente atrás do forte. No entanto, será difícil encontrar algum vestígio dela, uma vez que os pictos construíram as suas casas a partir de madeira. Uma ponte, também de madeira, ligava o forte à aldeia.

No filme Braveheart, William Wallace – ou Mel Gibson – pinta a cara de azul, tal como os verdadeiros pictos. No entanto, estes lutavam nus e existem registos de o fazerem até ao século V. O nome pictos, de resto, foi posto pelos romanos: a palavra provém do latim e significa “pessoas pintadas”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.