foto: Dell Publications, Inc. / wikimedia //

Foram divulgadas fotos inéditas de Marilyn Monroe que revelam a atriz com uma barriga proeminente que seria a prova de que estava grávida. Esta é a teoria do homem que comprou, num leilão, a preço de saldo, as imagens tiradas em 1960.

 A histórias das fotografias inéditas, agora divulgadas pelo jornal britânico The Daily Mail, reporta a 8 de Julho de 1960, data em que foram tiradas pela fotógrafa Frieda Hull que era amiga de Marilyn Monroe.

Marilyn Monroe grávida?Frieda Hull fazia parte do chamado grupo “Os seis de Monroe” – fãs da atriz que a seguiam por todos os EUA e que acabaram por estabelecer uma amizade com ela.

A fotógrafa terá mantido as imagens em segredo até à sua morte. E quando faleceu, com 83 anos de idade, os herdeiros colocaram as fotos, juntamente com um espólio alargado de referências de Marilyn Monroe, nomeadamente autógrafos da atriz e até mechas de cabelo, à venda num leilão público, em 2014.

As fotos foram então, adquiridas pelo antigo vizinho e amigo de Frieda Hull, Tony Michael, que agora resolveu divulgá-las e contar a história por trás delas ao The Daily Mail.

O homem pagou apenas 2.911 dólares (cerca de 2.700 euros) pelas imagens, numa altura em que ninguém sabia o segredo que elas aparentemente escondem.

Marilyn estaria grávida de Yves Montand

Marilyn Monroe grávida?Tony Michael diz que Frieda Hull chamava ao conjunto de imagens “a série grávida“.

“Frieda tinha muito orgulho destas fotos e estava orgulhosa por poder mantê-las secretas até ao dia em que morreu. Mas contou-me a história por trás delas, que Marilyn ficou grávida de Yves Montand”, relata Michael, referindo-se ao ator com quem a atriz terá tido um caso amoroso.

Tony Michael ainda garante que “não era um palpite ou uma suspeita” de Freida Hull, mas “algo de que ela tinha certeza” porque “era muito próxima de Marilyn”.

A atriz terá sofrido um aborto involuntário, depois de uma crise nervosa durante as filmagens de “The Misfits”, ainda segundo antigo vizinho de Frieda Hull.

“The Misfits”, com Clark Gable e Montgomery Clift, foi o último filme em que Marilyn Monroe representou, antes de morrer a 5 de Agosto de 1962.

As fotos foram tiradas por Frieda Hull no exterior dos estúdios Fox, em Nova Iorque, a meio das gravações desse drama realizado por John Huston e cuja história foi escrita por Arthur Miller, o marido da atriz.

Uma história que ninguém pode confirmar

Os dados avançados por Tony Michael não podem ser confirmados porque os visados já morreram. É, de resto, inusitado que a história da suposta gravidez não tenha sido revelada aquando do leilão das imagens, mas também pode dar-se o caso de Frieda Hull não ter partilhado o segredo com mais ninguém, além do amigo e vizinho.

Certo é que o alegado romance de Marilyn Monroe com Yves Montand, que contracenaram no filme “Let’s make love”, nunca foi oficialmente confirmado, embora tenham surgido muitas especulações ao longo dos anos.

Yves Montand, que morreu em 1991, recusou sempre confirmar o suposto romance, mas também nunca o negou veementemente. A mulher do ator, a comediante francesa Simone Signoret, deu a entender que o caso teria mesmo ocorrido, mas não foi suficiente para abalar o casamento que durou mais de 31 anos, até ela falecer em 1985.

Marilyn Monroe sofreu três abortos espontâneos, antes desta alegada perda de um quarto feto. A celebridade sofria de endometriose, doença que provoca fortes dores menstruais, dificuldades para engravidar e, nalguns casos, a infertilidade.

A atriz teve uma vida emocional conturbada e terá morrido devido a uma overdose de medicamentos, embora as causas da sua morte nunca tenham sido totalmente desvendadas. Marilyn tomava, regularmente, anti-depressivos e soporíferos.

SV, ZAP //

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui