Foto: ZAP  //  jimsheaffer / Flickr  //

Os condutores franceses só podem atender o telemóvel caso estejam estacionados nos devidos lugares de estacionamento e com o motor desligado.

 Depois de já terem imposto uma série de penalizações para todos os condutores que fossem apanhados a conduzir e a falar ao telemóvel, as autoridades francesas decidiram agora alargar a proibição aos momentos em que o condutor está com o carro imobilizado na estrada e com o telemóvel na mão.

O agravamento destas medidas surge na sequência de uma decisão de um tribunal francês, em resposta a um recurso apresentado por um condutor, depois de este ter sido multado por ter imobilizado o carro numa rotunda, com os quatro piscas ligados, para atender uma chamada.

Sustentando a sua argumentação na formulação da lei, que afirmava que os telemóveis não podem ser utilizados “com o carro em circulação”, o homem conseguiu ver os seus argumentos reconhecidos pelo tribunal.

Segundo a imprensa francesa, a única exceção que agora permite aos condutores continuarem ao telefone, quando sentados ao volante, é nos casos em que estejam estacionados em locais assinalados para o efeito e com o motor da viatura desligado.

Esta exigência, acrescentam as mesmas fontes, visará não só reduzir o número de acidentes nas estradas, resultantes da utilização do telemóvel, como também impedir a imobilização extemporânea do veículo, muitas vezes em locais onde acaba por condicionar o normal fluxo do trânsito.

Segundo o Observador, caso não respeitem as novas normas, os condutores serão obrigados a pagar, na hora, uma coima cujo valor mínimo ronda os 135 euros, e perdem pontos na carta. Estas sanções só não serão aplicadas no caso do condutor em questão estar envolvido num acidente ou numa situação de emergência.

ZAP // Bom Dia

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui