A contestação ao técnico portista já se arrasta há muito tempo e o empate caseiro diante do Rio Ave parece ter sido a gota de água para a família portista.

O técnico espanhol Julen Lopetegui encontra-se na mira dos adeptos portistas, que exigem a saída imediata do treinador para “não ser mais um ano sem ganhar nada”, como confidenciou um adepto ao iPressGlobal à saída do estádio. “Ele devia ter vergonha e pedir para sair, mas se não o faz então tem de ser o Pinto da Costa a fazer, caso contrário os desaires serão culpa exclusiva da SAD”, acrescentou o mesmo adepto devidamente furioso e frustrado com o resultado.

A verdade é que Lopetegui desde que chegou ao FC Porto (época 2014/2015) ainda não conquistou nenhum título e pelos recentes resultados prepara-se para voltar a ficar em jejum no que diz respeito a conquistas. Os adeptos já há muito que exigem a saída do espanhol, mas o protesto tem vindo a subir de tom após a surpreendente eliminação da Champions League, a quase certa eliminação da Taça da Liga (perdeu 1-3 diante do Marítimo) e a perda da liderança do campeonato em Alvalade. Desde assobios, a lenços brancos e mesmo cânticos menos simpáticos a pedir demissão do técnico, a verdade é que na partida de ontem os adeptos tentaram dar o benefício da dúvida e apoiaram a equipa, mas em vão.

Lopetegui poderá vir a ser o pior treinador na era Pinto da Costa
Lopetegui poderá vir a ser considerado o pior treinador na era Pinto da Costa

Lopetegui: “Virar as costas não faz parte do meu caráter”

Nas redes sociais o que mais é pedido pelos portistas é a demissão imediata do técnico, mas nem Lopetegui nem a SAD portista cedem à pressão.

Até quando durará esta teimosia em manter um técnico que não tem resultados nem o apoio dos adeptos? Domingo, Lopetegui terá com quase toda a certeza a prova final: só uma vitória no Bessa, diante do Boavista, poderá manter o técnico no comando do Dragão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui