Três dos quatro detidos, com idades entre os 20 e os 57 anos, ficaram em prisão preventiva e um foi constituído arguido, ficando em liberdade com o termo de identidade e residência.

As investigações foram lideradas pelo Destacamento Territorial da GNR de Pombal e culminaram com uma busca domiciliária, entre as localidades de Barracão e as Colmeias, e ao interior de um automóvel, informa em comunicado o Comando Territorial de Leiria da GNR.

Nestas buscas foi ainda possível “recuperar e apreender” diverso material furtado, nomeadamente peças “de ouro” que estão a ser “restituídas aos seus proprietários” diz a nota da GNR.

Na operação foram apreendidos vários outros artigos: “uma arma de fogo, calibre 6,35mm; dez petardos; diversas armas brancas; 54 doses de haxixe; artigos em ouro (brincos e fios); LCD’s e material eletrónico; eletrodomésticos; ferramentas e outros artigos de natureza diversa”.

Nos dados recolhidos pela investigação, a GNR considera que o grupo atuava quase sempre de dia e “em vários pontos do país, preferencialmente na zona centro”. Nos assaltos às habitações procuravam “peças em ouro e objetos de fácil transporte”.

O grupo é também suspeito de estar envolvido em diversos roubos por esticão. Escolhiam “preferencialmente” pessoas de idade “que ostentassem peças em ouro” e não tinham problemas em usar a “força física” ou agredir para roubar. A fuga era feita quase sempre da mesma forma: “saltando para o interior da bagageira, já aberta, de um veículo conduzido por um dos elementos”.

FOTO: © Mário Freire/ Arquivo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui