A GNR inicia amanhã a “Operação Peregrinação Segura”, com ações de sensibilização e o reforço de militares nas estradas para apoio dos grupos de peregrinos que se deslocam a pé até Fátima, revelou fonte da instituição.

A mesma fonte acrescentou que a GNR está a investigar, através do núcleo de investigação de acidentes de viação, as causas do acidente que esta noite causou a morte a cinco pessoas em Cernache, Coimbra, quando um carro se despistou sobre um grupo de peregrinos que seguiam para Fátima.

De acordo com o major Lima, relações públicas da GNR, a “Operação Peregrinação Segura” inclui ações de sensibilização junto dos peregrinos, “para que adotem determinados comportamentos, e o aumento de efetivos nas estradas para garantirem a segurança desses mesmos peregrinos, uma vez que grande parte desses trajetos é feita durante o período noturno”.

“Aconselhamos as pessoas a sinalizarem a sua marcha, através, fundamentalmente, de coletes retrofletores, que as pessoas se desloquem em coluna por um no sentido contrário ao sentido do trânsito para serem mais atempadamente vistos e de verem o trânsito rodoviário. E que se dirijam aos militares que estão na estrada a apoiar no sentido de terem conselhos mais específicos”, acrescentou.

De acordo com o relações públicas da GNR, apesar de a operação especial começar só amanhã, pelo menos os comandos de Santarém e de Leiria já estão a trabalhar no sentido de ajudar os peregrinos.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.