A greve dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) registou hoje de manhã “uma adesão de 100%” nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Madeira, tendo aderido ao protesto “todas as categorias” profissionais, afirmou fonte sindical.

Nos aeroportos, estão garantidos apenas os serviços mínimos o que está a provocar atrasos, entre hora e meia a duas horas, nas chegadas e partidas dos voos internacionais, disse à Lusa Acácio Pereira, do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SCIF-SEF).

Segundo o sindicalista, todos os aeroportos registaram esta manhã uma adesão de 100%, à exceção dos Açores, onde o número de funcionários é tão reduzido que para garantir os serviços mínimos é praticamente impossível aderir à greve.

“Este é um momento histórico porque, pela primeira vez, aderiram todas as categorias profissionais à greve”, sublinhou Acácio Pereira, em declarações à Lusa.

Lusa/foto: Acacio Franco/LUSA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui