O ex-primeiro-ministro ficou à frente na quarta votação secreta ocorrida esta sexta-feira entre os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para eleger o próximo secretário-geral da organização, disseram fontes diplomáticas à Lusa.

António Guterres teve 12 votos “encoraja”, dois “desencoraja” – melhorando o resultado da anterior votação – e um “sem opinião”.

O ex-primeiro-ministro ficou assim à frente na quarta votação secreta entre os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Durante a votação, cada um dos 15 membros do conselho indicou se “encoraja”, “desencoraja” ou “não tem opinião” sobre os onze candidatos.

Duas outras votações estão agendadas: uma semelhante às primeiras quatro, que acontece a 26 de setembro, e uma na primeira semana de outubro, em que os votos dos membros permanentes do conselho, que têm poder de veto sobre os candidatos, serão destacados.

Guterres venceu as três primeiras votações para o cargo, que aconteceram a 21 de julho, 05 de agosto e 29 de Agosto.

/Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui