Pizza vive dentro de quatro paredes num centro comercial na China, podendo ser considerado o novo “urso polar mais triste do mundo”, sucedendo a Arturo que morreu na Argentina.

Depois de, no início deste mês, ter sido noticiado que o “urso polar mais triste do mundo” tinha morrido na Argentina, eis que nos chega outro caso que vai totalmente contra os direitos dos animais.

Com 30 anos de idade, Arturo morreu no jardim zoológico de Mendoza, numa cidade argentina onde as temperaturas podem ultrapassar os 30ºC. Era o único urso polar em cativeiro no país.

Agora, segundo a BBC, Pizza é o seu novo sucessor, um animal da mesma espécie que vive dentro de quatro paredes num centro comercial na China.

O urso polar vive num aquário, inaugurado em janeiro passado, no centro comercial Grandview, em Guangzhou.

Imagens feitas no local mostram o animal deitado ou sentado, com o olhar distante, enquanto as pessoas param para tirar fotografias. Num vídeo, divulgado pela organização Animals Asia, o urso parece mesmo estar a chorar.

Além de Pizza, o espaço também exibe baleias beluga, morsas, um lobo e raposas do Ártico. Segundo a organização não governamental, todos estes animais vivem em espaços inadequados.

A ONG afirma mesmo que, no caso de Pizza, o espaço apertado onde vive “não tem nada de natural”e acusa os donos do recinto de nem terem tentado “criar um ambiente que atenda às necessidades de um urso polar”.

Mais de 500 mil pessoas já assinaram uma petição a exigir o encerramento do local.

Em contrapartida, os proprietários tentam defender-se, afirmando que já fizeram algumas mudanças para melhorar o espaço e que pediram até sugestões à Animals Asia.

David Neale, diretor da organização, diz ser uma crueldade manter os animais dentro de um estabelecimento comercial.

“É impossível um urso polar conseguir viver confortavelmente dentro de um shopping e certamente não será dentro da pequena caixa de vidro onde está atualmente”, afirma.

“No entanto, se nos permitirem, vamos trabalhar para melhorar o bem-estar destes animais”, acrescenta.

ZAP / BBC

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.