Não tem paredes nem teto, apenas uma cama de casal, um par de candeeiros, um céu cheio de estrelas e uma paisagem de cortar a respiração.

É um quarto muito engraçado, não tem tecto, não tem nada: é assim um novo quarto de hotel, situado no cantão de Grisons, nos Alpes suíços, que podia ser a mais recente novidade do turismo de luxo – mas que pretende simbolizar exatamente o contrário.

Segundo a BBC, o peculiar quarto de hotel é a última obra dos irmãos e artistas conceptuais Patrik e Frank Riklin, que integra o conceito de “Null Stern” – ou seja, “zero estrelas” em alemão.

A dupla gosta de jogar com o conceito de luxo e de turismo mais tradicional, um projeto que começou verdadeiramente em 2008.

Um exemplo desses lugares especialmente criados pelos irmãos é, por exemplo, uma antiga fábrica nuclear no país, que foi transformada em dormitório.

“A magia deste quarto é tratar-se exactamente de uma fantasia real, ou seja, estar num lugar onde não se espera uma cama de casal”, conta Patrick à BBC.

“Gostamos de questionar como é que se pode criar luxo e o que é, na verdade, esse conceito”, explica.

(dr) Atelier für Sonderaufgaben

-

Quem não gostava de passar aqui uma noite?

“É a nossa declaração enquanto artistas: jogar com a classificação dos hotéis e mostrar que um espaço com zero estrelas não significa uma coisa má mas antes independência e liberdade“, acrescenta.

E as pessoas parecem não se importar com o facto deste novo hotel ser um “zero” no que toca às estrelas.

De acordo com o site oficial do projecto, o quarto está reservado até 31 de agosto e já tem uma lista de espera até ao verão do próximo ano.

E se chover?

“Não é possível ocupar o quarto”, explica Riklin. Nesse caso, uma pequena casa a 50 metros do local funciona como refúgio.

ZAP / BBC

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.