Martin Bowling, de 28 anos, chegou a beber dois litros de bebidas energéticas num curto espaço de tempo.

Um funcionário de uma empresa de seguros andava a gastar 74 libras por semana em bebidas energéticas para conseguir aguentar as intermináveis horas do serviço. De acordo com o site Express, Martin Bowling, de 28 anos, chegou a beber dois litros dessas bebidas.

O homem acabou por ter um ataque cardíaco enquanto estava num bar com amigos, em Romford, Londres. No hospital, os médicos verificaram os níveis demasiado elevados de cafeína no sangue causados pelas bebidas em questão.

“Não houve sinais de alerta. Nem sequer sei se doeu. Só me lembro de cair ao chão e, depois, de acordar no hospital. Agora olho para aquelas bebidas como se fossem a morte numa lata”, afirmou Martin à publicação.

O britânico sublinha que já bebe este tipo de bebidas há sete anos e que ficou “mentalmente viciado”. “Às vezes, quando não bebia nada, começava discussões”, afirmou.

Uma dietista da British Heart Foundation, Victoria Taylor, indicou, no seguimento deste caso, que a cafeína não é prejudicial quando tomada de forma moderada mas que existem pessoas mais sensíveis aos seus efeitos.

 

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.