No dia do reencontro com o “seu” FC Porto, Reinaldo Ventura, agora ao serviço do OC Barcelos, fez um “póquer” na vitória da turma de Barcelos (5-4).

No início da presente época foram muitos os que se questionaram qual seria o real motivo para os dirigentes do FC Porto terem preterido do ex-capitão azul-e-branco e hoje, depois da exibição e dos golos marcados à ex-equipa, as dúvidas regressaram aos adeptos portistas.

O FC Porto sabia que a deslocação a Barcelos seria difícil, mas o empate da Oliveirense no dia de ontem motivava e obrigava o Dragão a ganhar para se manter no comboio do título. Ao contrário do habitual, o Óquei de Barcelos apresentou-se com um bloco defensivo mais recuado do que o habitual e talvez tenha sido essa alteração táctica que confundiu a equipa portista, que durante toda a primeira parte não conseguiu ser superior ao adversário. Para além disso, do lado da equipa minhota estava o endiabrado Reinaldo Ventura, autor dos dois golos da equipa no primeiro tempo. Se no primeiro golo Edo Bosch ficou mal na fotografia, já o segundo foi uma verdadeira bomba do camisola 66. Ainda antes do intervalo os portistas reduziram por Hélder Nunes, amenizando uma exibição menos colorida.

No regresso dos balneários nova bomba de Reinaldo Ventura e o 3-1 estava feito! O FC Porto reagiu, tornando-se mais agressivo nas transições ofensivas, conseguindo igualar a partida aos 33 minutos. Mas o OC Barcelos estava decidido em lutar pela vitória e contra a corrente do jogo, surgiu o “póquer” de Reinaldo Ventura. O FC Porto não abalou e voltou a empatar (4-4), mas a cinco segundos do fim Vieirinha sentenciou o jogo ao bater Edo Bosch pela quinta vez.

Com esta derrota, os azuis-e-brancos trocam de posição com o Óquei de Barcelos, seguindo o Barcelos na terceira posição da tabela com 19 pontos, enquanto o FC Porto soma 18 pontos, menos seis do que o Benfica, primeiro classificado.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.