AD Valongo conquistou a Supertaça ao bater na final o SL Benfica por 7-5, num jogo marcado pela forte convicção dos nortenhos que ditaram uma justa vitória.

 

Depois da conquista do primeiro Campeonato Nacional na época transacta, os valongueses voltaram a fazer história ao conquistar a sua primeira Supertaça. Raça, preseverança e muita qualidade, foram estes os ingredientes que levaram o Valongo a concretizarem o sonho de bater o pé ao “favorito” Benfica e vencer este título.

Com um início de jogo muito intenso e rápido, o Valongo foi supreendido pela equipa das Águias e aos sete minutos já perdia por 2 golos. A equipa nortenha não se intimidou emocionalmente e “partiu” para cima do adversário, construindo várias oportunidades de golo, reduzindo para a diferença mínina ainda antes do intervalo.Mário Tavares - iPressGlobal-4

Num jogo vivo e equilibrado, ao intervalo, a vantagem benfiquista justificava-se. No reinício a mesma adensou-se logo no primeiro minuto através da “stickada” certeira de Carlos Nicolia, mas no minuto seguinte, Gonçalo Suissas fez o 2-3. O jogo estava em aberto e a jovem equipa do Valongo teimava em não desistir. Sempre a jogar com muita raça e convicção, a equipa “verde e negra” logo de seguida empatava com um bis de Nuno Araújo.

Motivada, a turma do norte fez o 4-3 e passou a liderar pela primeira vez o resultado. Bola cá, bola lá, o AD Valongo não mais esteve em desvantagem e com naturalidade fechou a partida com o resultado de 7-5, conquistando a sua primeira Supertaça!

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.