Portugal, com 20 títulos europeus, é a seleção mais vitoriosa na prova. Espanha conquistou a competição em 16 ocasiões, Inglaterra venceu por 12 vezes e a Itália por duas.

O selecionador de hóquei em patins, Luís Sénica, assumiu em véspera da partida para Alcobendas (Espanha), que Portugal é candidato à vitória no 51.º Campeonato Europeu, que vai decorrer entre 14 e 19 de julho.

“Estamos a trabalhar pensando em ser campeões e quebrar a hegemonia da Espanha. Efetivamente, somos sempre um histórico candidato, que vem mantendo ao longo destes anos todos essa competência de poder ir à pista e assumir que é candidato”, frisou o responsável  técnico.

Luís Sénica reconheceu ainda que a Espanha é o grande adversário de Portugal, mas mostrou-se esperançado em conquistar o título em casa do rival ibérico, que venceu todos os Campeonatos Europeus realizados neste século, “Achamos que [Espanha] é um bom local para recuperar o título europeu, pois a maior responsabilidade será dos espanhóis e, à partida, poucos são aqueles que acreditam que seja possível Portugal ganhar e, portanto, nós vamos com esse jogo psicológico a nosso favor”, sublinhou, “Penso que há indicadores positivos de que essa pressão está do lado da Espanha”, frisou, relacionando as mudanças que a Espanha fez, ao mudar de selecionador e apostar numa transição de ciclo, embora mantendo o seu núcleo mais forte de jogadores.

Os 10 hoquistas portugueses selecionados formam, segundo Luís Sénica, um grupo de “excelência”, em que se cruzam três gerações de jogadores, “num processo de continuidade segura de um trabalho de presente e de futuro”.

A equipa das “quinas”, que não vence o Campeonato Europeu desde 1998, em Paços de Ferreira, terminou o estágio no Luso depois de quatro semanas de preparação e onde realizou quatro jogos-treino. “Cumprimos tudo o que estava planeado para esta fase de preparação. Fundamentalmente, conseguimos preparar os jogadores física e psicologicamente para a competição. A equipa está focada, sabe o que tem de fazer, sabe como fazer e sabe o que vai encontrar pela frente”, revelou o selecionador nacional.

 O primeiro encontro de Portugal no Europeu será a 15 de julho, diante da França, seguindo-se os desafios com Suíça (16), Alemanha (17), Itália (18) e Espanha (19).

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.