Começaram esta semana os trabalhos de substituição de 2.483 luminárias por tecnologia LED em vários arruamentos da cidade, representando uma poupança estimada na fatura energética do Município na ordem dos 124 mil euros por ano.

Além das luminárias está também contemplado a colocação de 415 balastros eletrónicos, num investimento global que ascende aos 718 mil euros. Com estas alterações na iluminação pública, que representam cerca de 15% da potência total instalada cidade do Porto, é possível alcançar uma redução de 0,75% da meta estabelecida para 2016 em energia primária.

A intervenção promove a eficiência energética na iluminação pública, a diminuição dos custos de exploração e a redução das emissões de gases de efeito de estufa correspondentes. Para além disso, a redução na fatura de energia elétrica da iluminação pública do Município do Porto será de 4,4% (correspondente a cerca de 2,2% do total da utilização de energia elétrica pelas infraestruturas da autarquia).

O sistema LED possibilita, ainda, a interligação com a monitorização e controlo das instalações de iluminação pública, visando uma gestão técnica e energética mais eficiente. Trata-se de medidas inseridas dentro do projeto POVT “Porto.Luz+Eficiente”, da responsabilidade da Câmara do Porto, com a colaboração da AdEPorto e que responde à Estratégia para a Eficiência Energética – PNAEE 2016, mais especificamente no que se refere à iluminação pública eficiente.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.