Um incêndio que deflagrou na passada 5ªfeira no Zoomarine, no Algarve, destruiu uma exposição com 30 réplicas de dinossauros à escala real, que não tinha visitantes por ainda se encontrar no horário de encerramento, disse à agência Lusa fonte do parque.

Segundo Diogo Rojão, do gabinete de comunicação do Zoomarine, o fogo deflagrou antes do horário de abertura da exposição ao público, o que acontece às 13:00, pelo que não estava ninguém no local, o que contribuiu para que não houvesse feridos.

Por questões de segurança e devido ao fumo causado pelo incêndio, os bombeiros isolaram o local e evacuaram a área adjacente à tenda onde está patente a exposição, localizada na zona periférica do parque, adiantou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, António Coelho.

Este responsável acrescentou que a origem do fogo – que deflagrou às 11:46 e foi dado como dominado às 12:29 -, é ainda desconhecida, prevendo-se a abertura de uma investigação para apurar as causas do incêndio.

A exposição interativa “Era T-Rex” tinha sido inaugurada no ano passado e continha 30 dinossauros construídos à escala real e que funcionavam electronicamente, assemelhando-se a “robots”, explicou Diogo Rojão.

O parque Zoomarine vai agora avaliar o prejuízo causado pelo incêndio, que destruiu totalmente a exposição.

No local estiveram nove veículos e 23 operacionais das corporações de bombeiros de Albufeira, Silves e Lagoa.

Estiveram também elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da Guarda Nacional Republicana (GNR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui