Ativistas dos direitos dos animais estão a vasculhar uma floresta no leste da China onde mais de mil gatos resgatados de um fornecedor de carne foram soltos pelas autoridades locais

Voluntários defensores dos animais e a polícia local interceptaram um camião repleto de gatos destinados ao consumo humano na semana passada, declarou um ativista identificado apenas como Ni, do Wuxi Small Animal Protection Association, na província de Jiangsu.

Mas funcionários do governo local soltaram os felinos – alguns com apenas quatro meses de idade – numa floresta próxima, à sua sorte, disse Ni. “Eles foram enviados para Guangzhou para serem comidos pelas pessoas”, declarou à AFP.

“Nós não queríamos libertá-los, os nossos voluntários tinham locais para mantê-los. É algo definitivamente irresponsável”, afirmou.

Os voluntários passam agora a floresta a pente fino com gaiolas numa tentativa de capturar os gatos, e esperam colocar aqueles que forem encontrados para adoção, disse Ni, acrescentando que mais de 50 foram já recuperados na última semana.

“Alguns dos gatos estão famintos e não comeram, enquanto outros foram atropelados por carros”, explicou.

O jornal Beijing Youth Daily informou no domingo que as autoridades apreenderam os gatos porque o proprietário do camihão não tinha os seus documentos em ordem, mas decidiram libertar os animais na natureza por não terem recursos para mantê-los.

Ativistas dos direitos dos animais, um grupo pequeno na China, mas em franco crescimento, fizeram uma série de resgates nos últimos anos.

Os gatos não são consumidos normalmente na maior parte da China, mas alguns restaurantes, especialmente no Sul do país, continuam a servi-los como alimento.

Cerca de 600 gatos colocados em caixas de madeira e a caminho desse mesmo destino foram resgatados após um acidente de camião em Janeiro.

Em 2011, um comboio de camiões que transportavam cerca de 500 cães para serem vendidos como carne foi parado por voluntários numa estrada em Pequim e os animais foram recuperados.

A China não possui leis para proteger animais que não são ameaçados de extinção.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.