O Facebook está a tornar-se um auxiliar das forças de autoridade. Nos Estados Unidos, a polícia deteve uma mulher que colocou uma ‘selfie’ na rede social com um vestido que tinha sido roubado numa loja das redondezas

Em Illinois, uma mulher de 27 anos, chamada Danielle Saxton, foi presa depois de publicar no Facebook uma ‘selfie’ em que mostrava a sua nova peça de vestuário e em cujo título se podia ler: “Adoro o meu vestido”. O problema é que, alegadamente, o vestido era roubado…

A loja Morties Boutique começou por colocar um post com a descrição do artigo roubado na sua página de Facebook e houve um utilizador que respondeu com um link para a ‘selfie’ de Danielle. De seguida, a loja foi consultar as imagens do seu sistema de vigilância e, alegadamente, encontrou provas da mulher a furtar o vestido.

A polícia foi chamada a intervir e conseguiu saber onde a mulher se encontrava por ter conseguido identificar rapidamente o fundo da foto. Danielle foi presa e posteriormente liberta sob caução, enfrentando acusações de roubo.

Este é mais um exemplo ‘sui generis’ de pessoas que acabam por ser apanhadas após uma exposição excessiva no Facebook. Há pouco tempo atrás, um homem na California foi condenado por evasão fiscal após ter andado 21 anos desaparecido, tendo sido encontrado quando começou a colocar posts na rede social.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.