Os investigadores franceses já identificaram o ADN de 78 dos 150 ocupantes do avião A320 da Germanwings que se despenhou nos Alpes franceses na terça-feira passada, indicou hoje o líder que dirige a equipa de investigação, Brice Robin.

 

 

De momento não se identificou nenhum passageiro, o que será feito posteriormente em Paris, comparando as amostras colhidas no local da tragédia com as amostras trazidas por familiares, indicaram ainda à agência espanhola EFE fontes da investigação.

Os trabalhos de busca dos restos dos corpos dos passageiros no local do acidente prosseguem hoje pelo sexto dia consecutivo.

Por dia, são feitos 50 voos de helicópteros para transportar técnicos de busca.

 

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.