O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou hoje o árbitro João Ferreira, de Setúbal, para dirigir o Benfica-FC Porto de domingo (20:15), da 14.ª jornada da Liga.

O nome de João Ferreira está relacionado com o caso “Túnel da Luz”, aquando do Benfica-FC Porto da época 2009/10, vitória “encarnada” por 1-0, pois era o quarto árbitro da equipa dirigida pelo também setubalense Lucílio Baptista.

João Ferreira foi um dos responsáveis pelo relato dos incidentes que deram origem aos castigos aplicados aos portistas Hulk e Sapunaru, jogadores que se envolveram em confronto com os seguranças privados do Benfica, junto ao balneário do FC Porto.

O testemunho de João Ferreira à então Comissão Disciplinar (CD) da Liga terá tido relevância no castigo imposto pelo órgão dirigido, na altura, por Ricardo Costa, que aplicou quatro e seis meses de suspensão a Hulk e Sapunaru, respetivamente.

Mais tarde, o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol reduziu para três e quatro jogos aquelas penas.

NOTICIA AGÊNCIA LUSA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui