Agentes da Polícia de Intervenção Rápida angolana detiveram hoje em Luanda um grupo de jornalistas angolanos, entre os quais o ativista Rafael Marques, noticia hoje o site Maka Angola.

Citado pelo site fundado por Rafael Marques, Osvaldo Silva, membro do Bloco Democrático que assistiu à detenção, explicou que três jornalistas foram detidos quando estavam a entrevistar seis dos nove manifestantes detidos no protesto de quinta-feira e que tinham cabado de ser libertados.

Além de Rafael Marques, foram detidos outros dois jornalistas: Alexandre Solombe e Coque Mukuta, correspondente da Voz da América.

Os jornalistas estavam a entrevistar os manifestantes perto do Tribunal da Polícia, na capital angolana, depois de estes terem sido libertados, quando foram cercados por elementos da Polícia de Intervenção Rápida e levados “numa carrinha para parte incerta”, indicou Osvaldo Silva, que conseguiu escapar à detenção.

A Agência Lusa tentou contactar o ativista Rafael Marques e as autoridades angolanas, mas até ao momento sem sucesso.

Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.