O adolescente não tinha qualquer identificação e foi levado para o Centro Médico Maui Memorial.

Um adolescente de 16 anos sobreviveu a um voo de quase cinco horas, entre o estado da Califórnia e o arquipélago do Hawai, escondido no trem de aterragem de um avião.

O portal de notícias hawaiano HawaiiNewsNow afirmou, citando fontes do gabinete de investigação federal norte-americano (FBI) que o jovem viajou escondido num voo de domingo da companhia “Hawaiian Airlines”, entre São José, na Califórnia (costa oeste dos Estados Unidos), e a ilha de Maui, no Hawai, de acordo com as fontes.

Aparentemente, o adolescente, cuja identidade não foi divulgada, queria fugir de casa na cidade californiana de Santa Clara e entrou no aeroporto internacional de São José, através da vala de segurança. Depois, escondeu-se num espaço vazio junto às rodas do trem de aterragem do avião.

“O jovem não sabia para onde se dirigia o aparelho”, disseram fontes do FBI, acrescentando que o adolescente só foi descoberto por funcionários aeroportuários, quando o avião aterrou no Hawai, depois de cinco horas de voo.

“A nossa principal preocupação agora é saber como se encontra o jovem, que sobreviveu excecionalmente a esta viagem”, garantiram as fontes.

De acordo com o portal de notícias hawaiano, Tom Simon, porta-voz do FBI, indicou que o jovem poderá ter feito a maior parte da viagem inconsciente e estava desorientado quando foi encontrado na pista do aeroporto de Maui, a segunda maior ilha do arquipélago.

Este tipo de voos pode alcançar uma altitude de até 12 mil metros e no exterior do aparelho as temperaturas rondam os 80 graus negativos, tornando quase impossível sobreviver.

Apesar das condições extremas da viagem, o porta-voz do FBI acrescentou que “o adolescente não sofreu problemas médicos graves” e já se encontra sob custódia dos serviços de proteção infantil do Hawai.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.