Após receber algumas queixas por parte dos clientes e de ‘expulsar’ de um dos seus restaurantes uma menina com ferimentos faciais, a KFC foi alvo de duras críticas. De forma a contornar a situação, a empresa abriu uma investigação e decidiu financiar todas as despesas médicas da criança atacada por três pitbulls, conta o Huffington Post.

Victoria Wilcher foi atacada por três cães de raça pitbull e os ferimentos foram bem visíveis. Sem um olho e com várias escoriações na face, a menina dirigiu-se com os seus pais a um dos restaurantes da cadeia de fast food KFC, mas a sua aparência foi alvo de queixas por parte dos clientes.

De forma a agradar os presentes no restaurante, um dos funcionários ‘convidou’ a criança de três anos e os seus pais a abandonar o local pois o rosto da menina estava a assustar a clientela. A situação chocou os pais e a própria empresa que acabou por dar inicio a uma investigação para averiguar o que realmente aconteceu.

De acordo com o Huffington Post, assim que o sucedido veio a público, foram várias as pessoas que manifestaram o seu desagrado perante a atitude da cadeia de fast food e as críticas começaram a chover nas redes sociais.

De forma a contornar a situação, a KFC prontificou-se a pagar todas as despesas médicas da criança.

“Esse tipo de ação ofensiva e desrespeitosa não seria tolerada pela KFC. Independentemente do resultado da nossa investigação, pedimos desculpa à família de Victoria e estamos comprometidos em ajudá-los. Vamos fazer uma doação de 30 mil dólares para ajudar com as suas despesas médicas. Toda a família KFC está atenta à recuperação de Victoria”, escreveu a empresa na sua página no Facebook.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.