Académica de Coimbra volta a jogar na II Liga, 14 anos depois.

Coimbra acordou esta manhã triste e em silêncio depois de ontem a equipa da cidade, a mítica “Briosa”, ter confirmado a despromoção após o nulo diante do Sporting de Braga. Embora a tarefa da manutenção na principalmente Liga de Futebol fosse extremamente difícil, uma vez que a Académica não dependia apenas de si, os fiéis adeptos marcaram presença e tentaram ser o trunfo para a vitória, mas no final a desolação e as lágrimas marcaram os rostos de todos.

Apesar da partida ter sido bem disputada, a verdade é que o nulo manteve-se durante toda a partida. A Académica esforçou-se para chegar ao golo, mas jogar sobre “brasas” não ajudou a ter o discernimento necessário na hora de rematar à baliza, ainda assim o golo esteve perto por duas ocasiões, com Paciência e Hugo Seco a acertarem nos postes. O Braga por seu turno tentou gerir a partida, atacando com menos intensidade do que é habitual.

Depois de 12 épocas consecutivas na Liga, a “Briosa” diz adeus ao escalão maior do futebol português, levando na memória a época 2011/2012 na qual conquistaram a Taça de Portugal.

Adeptos pedem demissão da Direção

Após o término da partida, vários adeptos rodearam o autocarro da equipa à saída do Estádio Cidade de Coimbra e, além de insultos dirigidos ao treinador e ao presidente do clube, pediram a demissão da Direção presidida por José Eduardo Simões.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.