Foi com uma segunda parte de bom nível que o Vitória de Guimarães justificou o triunfo no Bessa diante o Boavista por 2-1, materializando uma reviravolta no marcador a dois minutos do final da partida.

O Boavista entrou em campo pressionado para vencer depois de nas últimas cinco jornadas apenas ter averbado derrotas e empates. Por seu turno, o Vitória entrava em jogo com a vontade de se aproximar do meio da tabela classificativa, numa época que o rendimento da equipa não tem sido nada regular. Os axadrezados entraram bem no encontro, assumindo o domínio do meio campo e não permitindo ao Guimarães transições rápidas para o ataque, forçando mesmo a equipa vimaranense a descer as linhas. Com uma frente de ataque muito activa e irrequieta, os axadrezados foram criando lances de perigo até que a três minutos do intervalo Luisinho fez um soberbo passe para a desmarcação de Douglas Abner, que à saída de João Miguel Silva, picou a bola com classe para o fundo da baliza.

Boavista quebrou e não conseguiu na segunda metade repetir os bons primeiros 45 minutos

Em noite de estreia, Miguel Silva, com apenas 20 anos, esteve em bom plano
Em noite de estreia, Miguel Silva, com apenas 20 anos, esteve em bom plano

Logo após o reatamento o Vitória deu sinais que tinha sido “abanado” durante o descanso. Com uma postura totalmente diferente e com a equipa bastante mais rápida e estendida no terreno, os vimaranenses ganharam ascendente na partida e “apagaram” por completo os axadrezados. Aos 66′, no seguimento de um canto, Henrique Dourado restabeleceu a igualdade. O Boavista acusou o golo sofrido e a partir desse momento o campo ficou “inclinado” a favor do Guimarães, que por várias vezes teve perto da reviravolta, tendo esta acontecido a dois minutos dos 90′, quando Cafú rematou forte à entrada da área e bateu Mika, que facilitou e acabou por ficar muito mal na figura.

Este resultado negativo para o Boavista teve efeitos imediatos, com a saída de Petit do comando técnico.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.