O talento está-lhes no sangue e tocam na rua. São músicos de alta qualidade. Determinados a animar as ruas da cidade com o som melodioso do seu instrumento e da sua voz. São muitos os que merecem que se lhes abra uma porta para poderem provar o que valem. São os músicos de rua que por todo o país merecem a atenção e reconhecimento do público. Seja na praça, na avenida ou em casas de espectáculo. Em Coimbra já formaram um grupo que ensaia duas vezes por semana no Pavilhão de Portugal, segundo Luís Quintans, comerciante de antiguidades, compositor, escritor e criador do www.questoesnacionais.blogspot.com.

Quem está por detrás do grupo Músicos de Rua, com nove pessoas, onde se inclui Luís Quintans, é a Orquestra Clássica do Centro a cargo de Emília Martins e o objectivo é, exactamente, abrir portas a todos os artistas musicais de Portugal de modo a dar esperança a quem desespera por uma oportunidade numa sala de espectáculos. “É uma pena que, por exemplo, este centro comercial onde eu tenho a minha loja não seja aproveitado para actividades culturais desse nível ou de outras. É uma pena. Abram as portas aos músicos de rua”, sublinha Luís Quintans.

Este compositor e mentor do projecto Músicos de Rua lembrou ainda como, em Dezembro de 2013, foi tão frutífero o facto de terem feito um peditório com a Cruz Vermelha Portuguesa, acompanhado de música ao vivo, nas ruas de Coimbra. “São amigos de rua com uma banda. No fundo é isto. E no dia do peditório tudo resultou em pleno e é isso mesmo que se pretendia. Associar a música a eventos, sejam eles culturais ou de outro cariz”.

7180338750_7a5cf65b44_zLuís Quintans tem dezenas de cassetes gravadas com as músicas que compôs e ainda outras tantas notas escritas. “Todos os dias escrevo letras para a música que também é da minha autoria e dedico-me ainda às questões nacionais porque me interessam temas ligados com o meu país e com as pessoas em geral. Falo com alguém e escrevo. E vou assim registando vários episódios de vida, do dia-a-dia, sejam eles músicos ou não”, acrescentou.

O reconhecimento do público em geral dos Músicos de Rua é um projecto para que passem a existir diversos grupos que possam interagir a nível nacional. Esta é a grande meta de Luís Quintans, comerciante de Coimbra que não tenciona baixar os braços ou calar a sua voz na tentativa de divulgar o gosto pela música entre crianças, jovens e idosos.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.