Lula saiu a pé do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, São Paulo, num clima de tensão provocado por militantes que tentaram evitar que se entregasse à Justiça. O ex-presidente caminhou até um veículo da Polícia Federal que o esperava nas imediações para levá-lo, em comboio integrado por outras viaturas descaracterizadas, como foi solicitado pelos seus advogados.

O ex-governante conseguiu deixar a sede do sindicato na segunda tentativa, já que, na primeira, foi impedido por um grupo de militantes que cercaram um dos portões pelo qual passaria num automóvel.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarcou no aeroporto de Congonhas num avião da corporação rumo a Curitiba, onde ficará detido.

Lula chegou ao aeroporto num helicóptero da Polícia Militar que tinha descolado na superintendência da Polícia Federal na capital paulista. Foi para lá que o ex-presidente tinha sido levado por agentes federais uma hora depois de deixar a pé o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, para se entregar.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite de sábado à sede da Polícia Federal em Curitiba, onde começa a cumprir a sua pena de 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Lula chegou a Curitiba num avião procedente de São Paulo, onde se entregou à Polícia Federal em cumprimento do mandado expedido pelo juiz federal Sérgio Moro.

Centenas de simpatizantes e opositores, separados por um cordão policial de cerca de 30 metros, acompanharam o momento histórico posicionados nos arredores da Polícia Federal em Curitiba.

A Polícia teve que dispersar com gás lacrimogéneo partidários de Lula que protestavam na porta da instituição no momento da aterragem do helicóptero no qual o ex-presidente foi levado até a prisão.

Os opositores do ex-presidente, por sua vez, festejaram intensamente o seu encarceramento com apitos e fogos de artifício.

O líder do PT cumprirá a sua pena numa sala “especial” com cerca de 15 metros quadrados e em cujo interior há uma cama, uma mesa com cadeiras, uma casa de banho privada e uma janela com vista para o pátio interno da sede da Polícia Federal.

Esta sala é isolada dos outros 20 detidos, sete deles presos dentro da Operação Lava Jato, por cujas investigações Lula também foi condenado.

ZAP // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.