Uma eternidade a fugir de caminhos cruzados à procura de uma vida simples e feliz, e a depararmo-nos constantemente com aquilo que nos assusta e nos faz fugir. Uma eternidade a ser o que não se é para evitar encruzilhadas, mas será que fugir é o modo mais correto de agir? Certo é que ao longo da vida nos deparamos com uma série de nós para desfazer.

Sem dúvida que a forma como os vamos enfrentar vai depender do modo como os sentimos e como fomos preparados para lidar com as situações menos fáceis. Haverá quem as veja como o “fim do mundo” e quem as aceite como um ponto de partida, um novo recomeço, a oportunidade de uma mudança desejada mas receada também.

Nas encruzilhadas é pouco simples escolher caminho, mas é também a oportunidade de nos depararmos com o nosso conhecimento mais profundo e crescer.

Para a maioria será comum aceitar as encruzilhadas como algo de negativo, um mau momento de vida, uma experiência má que causa sofrimento. Atenuar o sofrimento dos momentos menos bons é possível se nos centrarmos na aprendizagem que eles nos proporcionam e se mantivermos a esperança em nós e na nossa capacidade de renascer, de aprender, de ser.

Serão momentos chave de evolução, “batidas de frente” com um conflito, superação da própria individualidade? Certamente que sim! Há momentos em que a estagnação nos faz entrar um ciclo vicioso que transforma o pensamento numa realidade que destrói um pouco de nós a cada dia, o corpo dá sinais, a vontade de viver desaparece e a vida torna-se um ciclo vicioso de angústia e dor. Felizes os que se deparam com encruzilhadas que fazem despertar em si a mudança e a elevação a um patamar superior que os faz imergir de novo. Talvez sejam estes os momentos que nos fazem valorizar e agradecer tudo o que de bom fomos recebendo… não sei, alguém sabe?

Sei que nenhum momento dura para sempre, sei que a vida dá voltas inesperadas, sei que cada encruzilhada se tornará maior se optarmos por contornar a anterior! Reconheço que a superação pessoal, nos faz crescer em auto estima e confiança e possivelmente sem encruzilhadas não seria possível essa superação.

Reconheço que por vezes não percebemos o porquê mas a longo prazo surgem a respostas e tudo acabará por fazer sentido.

Estou grata a cada encruzilhada da minha vida e você?

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.