O troço entre a praia de Paço de Arcos e o Alto da Boa Viagem (Caxias) da Avenida Marginal de Oeiras foi encerrado ao trânsito no sentido Cascais-Lisboa por volta das 15.30, tendo sido reaberto pelas 18.35. O vento e a forte ondulação projetaram três barcos para terra. Um deles foi mesmo arrastado para o asfalto, bloqueando a circulação automóvel. 

“Por volta das 15.00, as fortes vagas arrastaram para terra três barcos de pequenas embarcações [os chamados côcos]. Dois ficaram retidos nas rochas e um veio parar à marginal”, especificou Sério Duarte, oficial superior dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos. De acordo com este responsável, pelas 18.00 estavam ainda a ser removidos alguns resíduos e procedia-se à limpeza da via. Segundo fonte oficial da Câmara Municipal de Oeiras foi reaberto pelas 18.35, altura em que a praia-mar que está a provocar a forte agitação acalmou.

Além dos Bombeiros de Paço de Arcos estiveram também no local os Bombeiros da Cruz Quebrada, A PSP, a Polícia Marítima e a Proteção Civil.

Em cinco horas e meia, o Regimento tomou conta de 90 ocorrências, entre elas 33 inundações, 20 quedas de revestimentos de casas e 17 quedas de árvores. “Estas situações não estão concentradas em nenhuma zona em particular, mas sim distribuídas pela cidade”, informaram os bombeiros.

NOTICIA DN
Fotografia © Carlos Manuel Martins/Global Imagens

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui