O músico belga Toots Thielemans, considerado como uma referência mundial da harmónica, morreu esta segunda-feira, aos 94 anos.

O seu agente, Veerle Van de Poel, relatou à Agência France Presse que Jean-Baptiste Frederic Isidore Thielemans – conhecido como Toots – “morreu durante o sono” num hospital de Bruxelas.

Toots Thielemans nasceu no bairro de Marolles, na capital da Bélgica, em 1922, tendo alcançado a notoriedade como tocador de harmónica quando se juntou a uma digressão da orquestra do norte-americano Benny Goodman, na Europa, em 1950.

Um ano antes, tinha tocado em Paris com os músicos de jazz norte-americanos, Sidney Bechet, Charlie Parker, Miles Davies e Max Roach.

Pouco depois, mudava-se para os Estados Unidos, onde começou a acompanhar músicos de jazz como Charlie Parker e Bill Evans ou cantoras como Ella Fitzgerald.

Além da harmónica, pequeno instrumento de sopro de 15 centímetros, Toots Thielemans era também considerado um exímio guitarrista.

Em março de 2014, Toots Thielemans anunciou o fim da longa carreira marcada sobretudo pelo jazz.

/Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.