foto : Keith Allison / Flickr

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero.

De acordo com a TMZ, Bryant viajava com oito outras pessoas num helicóptero privado, que se despenhou. Também uma das suas filhas, Gianna​ Maria Onore, de 13 anos, perdeu a vida. Nenhum dos passageiros terá sobrevivido.

Los Angeles Daily News garantiu que o técnico de basebol, John Altobelli, do Orange Coast College, amigo de Kobe, também estava no helicóptero, identidade que foi confirmada mais tarde pelas autoridades. No aparelho estavam também a filha, Alyssa, e a mulher, Keri, de John Altobelli, anunciou à CNN o irmão do treinador de basebol, Tony Altobelli.

O aparelho ter-se-á despenhado numa montanha na zona de Las Virgenes Road, alegadamente devido ao intenso nevoeiro que se fazia sentir na manhã deste domingo.

A informação foi confirmada por Adrian Wojnarowski, jornalista da ESPN e um dos mais reputados profissionais a trabalhar na indústria.

Kobe Bryant é considerado um dos melhores jogadores da NBA de todos os tempos e o melhor da última geração, interpretado normalmente como o sucessor de Michael Jordan na alta roda do basquetebol norte-americano e internacional. Ao longo de 20 anos de carreira, jogou sempre pelos Lakers. Foi cinco vezes campeão da NBA, duas vezes MVP das Finais, MVP em 2008 e integrou 18 equipas All-Star, um número que só é superado pelas 19 de Kareem Abdul-Jabbar.

Terminou a carreira em 2016, ano em que os Lakers anunciaram a retirada dos dois números que usou, o 8 e o 24, algo que nunca tinha acontecido na história da franquia da Califórnia. Em 2018, foi agraciado comum Oscar pela curta-metragem “Dear Basketball”, onde declarava toda a paixão pela modalidade que praticava.

Bryant tinha 41 anos e quatro filhas – Gianna, Natalia, Bianca e Capri -, sendo que a mais nova nasceu em junho de 2019.

ZAP //

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui