foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVE
O Campeonato do Mundo de Moto2 de 2018 chega ao fim este domingo com o Grande Prémio de Valência. Com o vice -campeonato garantido, Miguel Oliveira, da Red Bull KTM Ajo, precisa ainda de um bom resultado para contribuir para selar o título da equipas que, atualmente lideram com uma vantagem de 22 pontos.
Miguel Oliveira venceu duas vezes em Cheste. A primeira ocasião foi em 2015, na sua última corrida de Moto3 e a segunda foi no ano passado quando conquistou três vitórias consecutivas nos últimos três Grandes Prêmios de uma grande temporada. Este fim-de-semana, na sua última corrida na categoria de Moto2, antes de subir ao MotoGP, o piloto de Almada quer assinar a terceira vitória da temporada.
Com um sentimento misto, é desta forma que Miguel Oliveira enfrenta a ultima prova da categoria, que tantas alegrias deu aos portugueses e tanto fez sonhar todos aqueles que acompanham o piloto português pelo mundo fora.
Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo): “Vou para o grande premio de valência com um sentimento misto. Logicamente super feliz por saber que se aproxima uma nova etapa da minha carreira desportiva, o MotoGP, um passo ambicionado  por qualquer piloto que ande no paddock. Por outro lado, um pouco triste por saber que é a minha ultima corrida com a família Ajo Motorsport, uma equipa que me deu nos últimos anos uma oportunidade incrível para me poder desenvolver como piloto e onde conquistei muitas vitórias e muitos pódios em conjunto. Estou muito motivado para seguir com a nova etapa. A mentalidade para Valência é a mesma com que afrontamos todas as corridas, mentalidade de vencedores, é isso que a equipa é!. Não temos agora, que o titulo já esta decidido, de pensar em pontos ou em campeonatos, simplesmente desfrutar de um fim-de-semana de corridas e dar a equipa o que eles realmente merecem, e um pódio ou uma vitória seria fantástico. Esta temporada de Moto2 quero terminá-la em grande e reafirmamos de novo que somos, não só  uma grande equipa na categoria, mas que eu também fui um dos pilotos mais fortes que por ali passou.”

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.