Com um bom arranque, e várias posições recuperadas, à 10ª volta da corrida apresentava um ritmo equivalente ao dos cinco primeiros. A terceira corrida do GP das Américas não teve no entanto o desfecho esperado, para o piloto português da Leopard Racing que sofreu uma queda na 6ª curva quando estava colado ao 15º posto.oliveira 2

Miguel Oliveira (Leopard Racing): “Considero que a corrida de hoje foi positiva, apesar do resultado final. Fiz um bom arranque, consegui ser agressivo nas primeiras voltas, recuperei 7 posições, mas depois alguns pilotos atrapalharam um bocado a minha progressão. Voltei a cair para 23º mas recuperei outra vez até 16º e estava muito próximo dos pontos, rodava já com um ritmo semelhante ao do 5º classificado quando perdi a frente da moto e não consegui voltar à corrida em condições de chegar aos pontos e optei por abandonar. Mas tudo isto deixa-me optimista para Jerez. Vamos sair daqui de cabeça erguida e com muita vontade de melhorar na próxima corrida.

Eu sei que o resultado não é bom, mas eu sinto que dei um passo em frente, principalmente na minha condução e na forma como estou a abordar a moto e a minha categoria “. Concluiu o representante português na categoria.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.