O piloto português Miguel Oliveira assinou durante o último Grande Prémio TIM de São Marino e da Riviera di Rimini, contrato com uma das melhores equipas da categoria Moto3 do Mundial de Velocidade a equipa Red Bull KTM Ajo, que tem dominado a categoria Moto3 desde que esta nasceu, tendo sido campeã  em 2012  com Sandro Cortese.

Apesar das várias propostas em carteira, o piloto de Almada, optou por ficar mais um ano na categoria de Moto3 e assim poder lutar pelas vitórias, com uma das motos mais competitivas KTM RC250GP, exactamente a mesma máquina onde corre australiano Jack Miller que irá transitar diretamente para a classe  MotoGP  integrado na equipa de Lucio Cecchinello a LCR Honda Team.

A equipa Red Bull KTM AJO será constituída para além de Miguel Oliveira, por  Karel Hanika, piloto checo campeão da Red Bull Rookies Cup em 2013, e ainda o sul-africano Brad Binder atual colega de Oliveira na Mahindra.Oliveira assina

A experiência de Miguel Oliveira, apesar de ter apenas 19 anos, foi importante na hora da escolha do novo piloto, com uma temporada nas 125GP e três na Moto 3,  conta no seu curriculo com quatro idas ao pódio, um segundo  e três  terceiros lugares, e ainda uma “pole position”.

Aki Ajo (diretor da equipa):“Estou muito contente por ir começar a trabalhar com o Miguel em 2015, porque nos conhecemos há muito tempo e ele é um dos maiores talentos deste paddock. Apesar de ainda ser jovem, tem já uma grande experiência quer nas 125, quer ao mais alto nível da Moto3. Tal como temos feito nos últimos anos com a Red Bull, a KTM e os outros parceiros, vamos trabalhar para manter o mesmo nível e alcançar os melhores resultados; com o Miguel tenho a certeza que temos potencial para o fazer.

Como é normal, temos de pensar no futuro, por isso tentámos trazer o Miguel, mas nesta altura da temporada o mais importante é mantermos o foco no Campeonato do Mundo de Moto3 de 2014. Agora estamos numa boa posição, mas temos ainda pela frente muita coisa, com muitos pilotos no topo”.

Miguel Oliveira : “Estou muito contente por me juntar a um grupo tão profissional como a Red Bull KTM Ajo e penso que esta troca vai permitir-me lutar pelas posições de topo na próxima temporada. Estou muito feliz por poder competir como parte desta equipa, apoiado por uma grande fábrica como é a KTM e a representar grandes empresas como são a Red Bull e todos os nossos parceiros. É uma honra para mim!”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.