A luta pelo Campeonato do Mundo de Moto3™, continua viva,  com a quinta vitória da carreira e do ano para Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo) e o seu adversário à conquista do titulo Danny kent (Leopard Racing) a terminar na sétima posição.  Brad Binder (Red Bull KTM Ajo) e o espanhol Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0) ocuparam as restantes posições do pódio.

Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold), Romano Fenati (SKY Racing Team VR46) e Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC) foram os restantes nomes dos seis primeiros, enquanto o actual líder do Campeonato Danny Kent (Leopard Racing), Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3), Alexis Masbou (SaxoPrint RTG) e John Mcphee (SaxoPrint RTG) completaram o Top 10.MO_3

Na primeira volta Oliveira tomou a iniciativa com Navarro, Fenati, Antonelli, Kornfeil e Francesco Bagnaia (Mapfre Mahindra Aspar) na roda, enquanto Kent era 13º. Bagnaia passou Navarro durante a primeira volta com Kent a perder mais posições para chegar a rodar em 16º ao mesmo tempo que Darryn Binder (Outox Reset Drink Team) registava a primeira queda, seguido depois por Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team) e Zulfahmi Khairuddin (Drive M7 SIC).

Volvidas as primeiras cinco voltas Oliveira continuava na frente da corrida com autoridade, seguido de Fenati, Bagnaia, Navarro e Kornfeil. Kent começava então a recuperar lugares para rodar em 12º. Pela mesma altura Andrea Migno (SKY Racing Team VR46) sofria queda, tal como os colegas de equipa de Kent, Vázquez e Ono.

Entretanto, quem se juntava ao grupo da frente era Brad Binder e Antonelli, enquanto Karel Hanika (Red Bull KTM Ajo) também ia ao chão. Já Kent tinha chegado por esta altura ao oitavo posto, a pouco mais de um segundo do último piloto do grupo da frente. Duas voltas depois o britânico já estava a apenas meio segundo.

A oito voltas do final Kent rodava já no grupo dos líderes, em sétimo, atrás de Fenati, Binder, Navarro, Oliveira, Bagnaia e Kornfeil.

Nas últimas cinco voltas o panorama era o mesmo, com Navarro e Oliveira a lutarem pela liderança e Kent em oitavo, a fechar o primeiro grupo.

A três voltas do final a situação era dramática para Kent, com Oliveira em primeiro e o britânico a perder terreno em oitavo. Foi nesse momento que Bagnaia foi ao chão e Kent passou Kornfeil. Pouco depois também se desenvencilhava de Antonelli, que era quinto.

Na última volta Oliveira acabou por garantir o quinto triunfo da carreira ao cair do pano, à frente do colega de equipa Binder e de Navarro. Enquanto isso, Kent era sétimo e perdia mais uma oportunidade de conquistar o título, que desta forma se vai decidir em Valência, na última corrida do ano dentro de duas semanas.

Em termos de Campeonato, Kent soma 253 pontos, com Oliveira em segundo com 229 e Bastianini em terceiro, com 196.

Miguel Oliveira: “Não vi nenhuma informação sobre Kent. Esqueci-me dele e concentrei-me em mim e na corrida. Corri pela vitória e como tinha planeado. Não queria chegar em primeiro à última recta, mas por sorte quem estava atrás de mim era o Binder. Estou muito contente com esta vitória e por o Campeonato ainda está vivo. É difícil, mas vou lutar até final.”

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.