O trio da Red Bull KTM Ajo deixou Valência com  sensações e  tempos efetuados com as novas KTM muito prometedores. Dos três dias de trabalho, apenas na terça-feira esteve bom tempo, já que as condições mistas de quarta-feira e a chuva intermitente os obrigou a ficar na garagem e na quinta-feira um derrame de óleo por parte de outro piloto e o piso molhado, impediu os pilotos de prosseguirem os testes.

A equipa mostrou-se satisfeita com o trabalho levado a cabo até ao momento com a KTM em Almería, na semana passada, e em Valência, na terça-feira, a Red Bull KTM Ajo ruma agora para Jerez onde na próxima semana tem lugar mais um teste oficial de três dias.Oliveira 1

Miguel Oliveira: “Estes dois testes – Almería e Valência – foram muito positivos. Infelizmente, durante estes três em dias em Valência não conseguimos rodar tanto como queríamos por causa do mau tempo. Contudo, conseguimos boas sensações no primeiro dia, pelo que temos de ter isso em conta e não nos podemos preocupar demais. Temos de ir para Jerez e concentrarmo-nos no trabalho com a moto e tentar compreendê-la o máximo possível.”

Brad Binder: “O primeiro dia foi muito positivo. Trabalhámos arduamente na moto e encontrámos boa afinação; creio que estamos na direção certa. Queria muito voltar a rodar, mas ontem não o consegui fazer porque o tempo esteve muito mau. Hoje tinha esperanças de encontrar a pista seca e melhores condições, mas acabou por chover todo o dia. De manhã ainda fiz umas voltas para ver como sentia no molhado e gostei muito. De tarde voltei para a pista, mas na minha segunda volta alguém derramou óleo e sofri pequena queda. Foi azar, mas não podemos fazer nada em relação a isso; por vezes acontece. Agora estou desejoso por Jerez, onde espero que tenhamos melhor tempo e que possamos trabalhar em boas condições.”

Karel Hanika: “O primeiro dia correu muito bem; pelo menos consegui rodar. Estou muito contente porque melhorámos muito. Testámos diferentes afinações, fizemos muitos quilómetros e tentei familiarizar-me com a moto. Aumentei a confiança e obtive melhores sensações a cada volta que fiz. O mais importante foi termos estabelecido bons tempos com pneus novos e termos sido consistentes em cada ida para a pista. A equipa também fez um trabalho muito bom e no final encontrámos boa afinação; algo em que terei de continuar a trabalhar em Jerez. Se continuarmos desta forma estou certo que estaremos bem. Infelizmente só conseguimos rodar durante um dia em Valência, mas sabíamos que seria assim. Estou ansioso por Jerez.”

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.