A equipa Ducati,  liderada pelo CEO da Ducati Motor Holding, Claudio Domenicali, o Director da Equipa de MotoGP Davide Tardozzi, o Director Desportivo Paolo Ciabatti e o Director Geral da Ducati Corse Luigi Dall’Igna, apresentou a nova Desmosedici, com a qual espera lutar pelo titulo com o novo recruta Jorge Lorenzo que terá como companheiro  Andrea Dovizioso.

Andrea Dovizioso, entra no quinto ano na  equipa e faz o seu décimo em MotoGP ™, foi o primeiro dos dois pilotos a falar.

Andrea Dovizioso: “No ano passado, a parte final da temporada terminou muito bem. Com muita energia e paixão e optivemos a vitória em Sepang. Foi muito encorajador e nos dá uma ajuda para iniciar a temporada no caminho certo. É o meu décimo ano no MotoGP e o quinto com a Ducati, por isso é um ano especial. Tivemos algumas dificuldades nos anos anteriores, mas esperamos recuperar e ter aprendido com os erros do passado. A nova moto? Testamos primeiro em Valência e depois haverá mais atualizações em Sepang, ai veremos como se estamos competitivos. Estou muito feliz por dividir a equipa com o Jorge e trabalhar com ele “.

Lorenzo, pela primeira vez com a marca de Borgo Panigale, explicou as suas sensações depois de seu primeiro teste com a Ducati em Valência, depois do final do campeonato.

Jorge Lorenzo: “Tenho que dizer que estou mais nervoso agora do que nas corridas! É um dia muito especial para mim. Ontem foi um grande dia, na realidade não esperava tanta paixão como a que as pessoas aqui me mostraram, fãs,  Ducatisti e os funcionários. Algumas pessoas disseram ‘bem-vindo à família’ – acho que é algo único que só podes ter nesta equipa.

“Tinha estado com a mesma moto e equipa durante muitos anos, em Valência foi um grande choque,  foi uma grande mudança  e positiva,  o quadro é incrível e o motor é muito poderoso, mas de fácil manter o controle. Nas curvas, foi  uma surpresa incrível.

“Quando tens a sorte de ser Campeão do Mundo, a única coisa que podes querer é repetir . De uma forma geral se formos fortes, acho que seremos capazes de subir ao pódio com regularidade. Estou muito orgulhoso de pertencer agora a esta família. Quero agradecer a todos vocês, não só pelo que me mostraram ontem … também tudo o que estão escrevendo nas redes sociais, por exemplo. Isso me dá muita energia para tentar fazer esta equipa mais forte. Como piloto, tenho certeza de que muita emoção ainda está para vir. ”
Dall’Igna,  engenheiro chefe da equipa, conseguiu duas vitórias em 2016, e ambiciona o titulo de Campeão do Mundo.

Luigi Dall’Igna: “A nossa organização está melhor, melhoramos muito e conseguimos ter a nova moto em pronta para o teste de Valência. Só queríamos ter certeza de que a nova moto não tinha problemas ou se tinha algum problema  impossível de resolver durante a época. Neste momento, estamos em teste  com nossos pilotos de teste Michele Pirro e Casey Stoner, sob a supervisão dos nossos heróis oficiais – Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso. Temos de melhorar a moto a partir da perspectiva de cada e nos detalhes.

“Esta época será a quinta  de Andrea Dovizioso connosco. Como ele diz, depois de obter a vitória, agora quer “terminar o trabalho”. Nós passámos por alguns momentos difíceis juntos,  é um grande piloto e tenho certeza que o podemos fazer.

“Lorenzo é cinco vezes Campeão do Mundo, e a única coisa que temos a fazer é ganhar o Campeonato do Mundo. Não precisamos de desculpas – é por isso que contratamos Lorenzo. Não há nenhuma razão para que não o possamos fazer. Mudámos a nossa mentalidade e estamos focados em fazer o que as pessoas querem que façamos: ganhar o Campeonato “.

Os dois pilotos estarão no primeiro teste oficial de MotoGP ™ no Circuito Internacional de Sepang, no dia 30 de Janeiro.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.